segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Percurso Nebuloso Sem GPS (Poema)

Imagino que estou em um carro
Numa estrada com visibilidade mínima
Os freios não funcionam
E sinto que estou num leve declive
Os farois funcionam
A sinalização da pista é excelente
E permite que eu conduza o veículo
Até o momento, sem maiores perigos
Porém, não conheço o trajeto
E meu GPS não está com sinal
O que há além dessa neblina?
Uma descida mais acentuada?
Clamo por um aclive
Preciso parar esse carro
Preciso consertar os freios
Essa névoa há de ter um fim
Hei de ter um sinal pro meu navegador
Pra poder voltar a ouvir sua voz encantadora
Mostrando a direção que devo seguir
Quero chegar às suas curvas
Mas não encontrei as coordenadas
Sei que elas estão com você
E se for a sua vontade
Alcançarei o objetivo
E se não for
O caminho de volta eu sei
E levarei comigo as lembranças do que jamais tive

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Poema Dilacerado (Poema)

O que eu posso contra o encanto?
Nada! Absolutamente nada!
Um dia sem ouvir a voz da Musa
Resultou numa saudade avassaladora
O encanto permanece e cresce
Mesmo ela tão distante
Sinto-me um tanto perdido
Vejo um poema dilacerado
Resolvi escrever assim, sem filtros
Literal, absolutamente literal
Visceral, sentimental
Com a sensação de que a Musa
Escorreu pelas mãos do poeta
Escrevo pra não enlouquecer
Pra não perder o meu Norte
Mas não tenho mais certeza 
Se minha bússola está funcionando direito
Andarei com a fé, pois ela não falha
E com a cautela, que assim como canja de galinha
Não faz mal a ninguém
Queima dentro de mim, paixão!
E assim continuarei caminhando
Sei que a toquei, pude sentir
Paciência, poeta! Paciência!

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

The Sweetest Taboo (Poema)

Até este cântico em seu louvor
A paixão era um tabu, doce tabu
O estado de apaixonamento era amedrontador
Porém, num instante de quase cinco horas
Perdeu-se o medo em ambos os lados
Me senti menos Dante
E lhe senti menos Beatriz
Assumi em palavras claras o meu encanto
E numa tacada repleta de confiança
Confessei estar apaixonado por você!
Estava eu tão repleto de certeza
Que tais dizeres não lhe causariam medo
Que acertei o buraco 18
E me senti Tiger Woods
Aquele super campeão de Golf
Quando ouvi sua voz de leoa mansa
Dizer: não fiquei assustada dessa vez!