segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Pré-Proposta (Poema)

Eu quero a sorte de um amor furioso
Um rio vermelho de forte correnteza de paixão
Vida! Movimento! Desejo! Saudade! Reencontro!
Eu quero um ponto de exclamação no final de cada coisa que fizermos
Ainda que implícito aos olhos dos outros
Não lhes interessa mesmo!
Eu quero saber se posso lhe querer
Não lhe é dado responder
Descobrir é o meu dever!
Eu quero a liberdade de poder rimar quando me der na telha
Até de ser clichê, vez em quando
Nem todo clichê é mentira!
Eu quero, quero, quero
O tempo passa e mais eu quero
A cada dia me encanto mais!

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

A Foto (Poema)

Uma mulher olhando para baixo
Vi numa fotografia
Atiçou-me a curiosidade:
"O que havia ali no chão?"
Não sei dizer
Mas é certo que o chão ficou encantado
Como eu
Que já não mais acompanhava
O vetor do olhar dela
Concentrei-me no colorido de sua blusa
Mas sobre essa peça de roupa
Uma longa cabeleira
Vermelha de fúria
Fui acompanhando de baixo para cima
Parei no seu rosto
E olhei nos olhos da mulher que olhava pro chão
E percebi uma doçura nesse olhar
E as nuances de um rosto alvo
De belos desenhos
Mas o acabamento de sua boca
Meu Deus! Petrificou-me!
E quando saí do transe
Clamei com fervorosa fé
Para que um dia ela olhe
Na minha direção