terça-feira, 24 de abril de 2012

A Real Superioridade Feminina (Crônica)

Homem é definitivamente um ser inferior às mulheres. 

Se fisicamente temos, por natureza, mais força, a vantagem pára por aí. A mulher manipula fácil o homem por ser incrivelmente superior mentalmente a nós. Manipula com sua falsa insegurança, com choros, com ciúmes completamente sem nexo, com aquele jeitinho doce de pedir as coisas quando notam que estamos indóceis, entre outras artimanhas. No entanto, vociferam por aí que nós não prestamos (e não prestamos mesmo, e essa crônica vai provar isso), que as fazemos de bobas (de bobas não tem nada), que as coagimos com nossa força física e as violentamos (mas quem faz isso não é homem, é outra espécie que nasceu em corpo de ser humano), entre outras desculpas.

Reli, recentemente, o livro "Como Lidar Com Pessoas Que te Deixam Louco", de Paul Hauck (um dos poucos livros de autoajuda que recomendo) e a moral da história é a seguinte: AS PESSOAS SÃO CONOSCO O QUE PERMITIMOS QUE ELAS SEJAM CONOSCO. Se um chefe te persegue, é porque você permitiu em algum momento que ele começasse a fazer isso. Se um homem (animal sem rabo) bate em você é porque na primeira vez você não foi na Delegacia da Mulher denunciar esse crápula. Se uma mulher é insuportável com você, homem, é porque você permitiu que ela fosse assim desde a primeira vez. TUDO NESSA CRÔNICA TEM O "E VICE-VERSA", pra ficar claro, com exceção da primeira frase e as coisas que dela derivam.

As mulheres são superiores sexualmente. Normalmente, elas conseguem ter orgasmos seguidos, coisa que pra um homem destreinado (sim, há treinos para tal coisa) não é possível. Tem sempre que dar uma "paradinha" entre uma e outra cópula. Isso entedia as mulheres insaciáveis, que em sua imensa maioria, escondem a porcaria do tédio e seguem o "baile". No dia seguinte, o babaca liga e se for mais babaca ainda, manda flores e/ou guloseimas e a "máquina de sexo" simplesmente ignora porque o cara "não dá no couro". Sim, eu já ouvi UM MONTE de mulher dizer isso, minha gente. Receita do tio MB pra rapaziada destreinada: Se saírem com uma mulher insaciável, intervalos pequenos, pegada forte, bom preparo físico (não confundam com corpo sarado) e o momento de usar a única coisa que temos de vantagem sobre elas (ainda): A FORÇA FÍSICA (não confundir com violentar as moças... tem umas que gostam de levar uns tapas, coisa e tal, mas não se preocupe, elas pedem... nunca façam isso sem elas pedirem, pode dar problema). A superioridade sexual delas continua no clássico fato de nós, homens, ficarmos desnorteados com uma bela bunda e demais partes do corpo da mulher, principalmente quando desnudas, tanto que a Penthouse e a Playboy enriqueceram seus proprietários, não é? Ok, tem as revistas de homens desnudos, mas qual é o público consumidor dessas revistas? São as mulheres? São elas as maiores compradoras da G Magazine? Prestaram atenção? G Magazine e não M Magazine... Ok, uns podem dizer que o G é de Girl, mas meus amiguinhos, sabemos que não é. Atenção aos caçadores de preconceituosos, esse trecho não foi homofóbico. Agradeço se não me perturbarem por causa disso. 

Ainda no quesito sexo, temos a seguinte cultura: Alguns homens babacas recebem por pura sorte ou sei lá o que do destino (que tem gente que diz que não existe...) e costumam privilegiar as funcionárias gostosas (ou não) quando elas fazem alguns "favores" a eles pré ou pós expediente. E não venham dizer que estou falando bobagem porque até as novelinhas que movem as mentes fracas do país retratam estas situações. Já quando a mulher é a chefe, dificilmente elas fazem a mesma coisa. Muito pelo contrário, se tem funcionário que começa a dar em cima, é capaz de ser demitido. E eu já vi isso acontecer.

No quesito resistência, elas também são melhores que nós. Deus foi sábio em não conceder ao homem ficar "grávido". Do jeito que somos "maricas" pra sentir dores, acho que todo homem morreria de dor em trabalho de parto. As mulheres se recuperam mais rápido de doenças. Quando estão em estado terminal, são novamente mais fortes que nós, aceitam melhor os diagnósticos e costumeiramente vivem mais do que nós. Sexo frágil somos nós, homens, que segundo a fábula bíblica, doamos apenas uma costela pra que elas existissem. Imagina se nós doássemos duas costelas.

Já temos uma imensa maioria de mulheres no mundo (graças a Deus).

Fica a pergunta: O que falta para as mulheres dominarem o mundo de vez?

Falta pouco.
Beijo nas crianças,
MB