domingo, 4 de março de 2012

Ódio ou Desprezo? (Crônica)

O que é pior? Receber ódio ou receber desprezo? Eu respondo por mim: Desprezo! Quer dizer que você nada significa para aquele que lhe despreza. Você não faz a menor diferença na vida desta pessoa e nenhum esforço seu, ainda que o mais nobre possível, mudará as coisas. Detectado isso, é hora de você arrumar as malas e ir para o mais longe possível. Chore, chore tudo o que você tem pra chorar. Desidrate-se de tanto chorar, descarregue tudo, mas nunca em pessoa alguma e nem em objetos inanimados (você pode se machucar, eu sei bem isso). Apenas procure bons meios de soltar tudo e não deixar um pingo dessa pessoa que lhe desprezou dentro do seu ser. Depois disso, depois de se esvaziar, parta para uma nova vida, sem temores, mas não despreze a pessoa em retaliação, não se iguale. Desprezar um ser humano é tão venenoso quanto odiar um semelhante. Não caia nessas duas armadilhas. 

Se um copo está cheio de água suja, o que costumamos fazer para reutilizá-lo? Jogamos fora a água suja, lavamos bem o copo e os enchemos de água limpa. É necessário se esvaziar por completo, lavar a alma e preenchê-la de novo. Eis o caminho. Não é ensinamento meu. 

Nunca é tarde pra pedir perdão, pra se redimir. Há na Bíblia Sagrada um episódio na crucificação de Jesus, onde um dos ladrões se arrepende ali na cruz e reconhece que mereceu a pena e consegue o perdão de Deus ali, nos seus últimos momentos de vida. É o que chamamos do "episódio do bom ladrão". Nunca é tarde. Digo com palpitações dolorosas no meu peito: Quem lhe odeia ou quem lhe despreza NÃO MERECE VOCÊ. 

Se você, que está lendo esse texto, se enquadra nele, não tenha vergonha, pois eu estou junto com você. Sei o que é sentir cada coisa que foi escrita. Se você se arrependeu de verdade dos erros cometidos, jogue a água suja fora, limpe o copo e encha com água limpa. Não perca mais tempo. Aqueles que se arrependem e reconhecem seus erros são bem vistos aos olhos de Deus ou do que você considerar Deus ou de si próprio, caso não acredite em Deus. O que quero dizer que o arrependimento é o início dessa lavagem da alma. Nós buscamos, sim, o perdão de quem ofendemos, mas não podemos obrigar a pessoa a nos perdoar. Porém, se nos arrependemos, devemos ter humildade de pedir (não exigir) perdão. E devemos aprender a perdoar aos semelhantes e a si próprios. A alma agradece. O corpo também.

Sigamos evoluindo!

MB