segunda-feira, 4 de abril de 2011

Locked Door (Poesia)

A porta foi trancada
Todas as chaves foram destruídas
Não tem maçaneta
Ninguém mais entra
Eu não saio mais
O mundo lá fora virou ao avesso
E eu não quero mais me envolver
Quem me ver andando por aí
Saiba que é apenas um corpo que caminha
Deixei no lado de fora bons sentimentos
Aos velhos e bons amigos
Aos familiares, ao meu trabalho

Serei daqui pra frente um indivíduo sem sexo
Uma pessoa, somente uma pessoa
Com sonhos mais modestos e possíveis
Dizem que o ser humano não nasceu pra ficar só
Comprovarei a veracidade disso na pele
Sim, eu desisto, mas não de viver
Quero viver, e muito
Quero estar perto dos meus amigos
Quero cuidar dos meus filhos
Mas não quero mais a tal "ajuda necessária" que a Bíblia diz
As mulheres são dádivas divinas
Mas não quero mais delas algo além de amizade
Não quero mais relações sexuais
Não quero mais beijos na boca
Só quero viver cada segundo do tempo que Deus me reservou
E quando Ele me levar, sei que vou deixar boas coisas neste mundo
Não me importo, com toda a sinceridade
Se me acharem louco, depressivo ou seja lá o que for
O que me importa é que vou buscar a minha felicidade
E a minha felicidade verdadeira está dentro de mim mesmo
Quem sabe, após eu encontrá-la, eu arrombe essa porta trancada
E mude de ideia?